23 de nov de 2011

Dica de leitura: Guerra e Paz - Edição Especial - Liev Tolstói

A obra-prima de Tolstói ganha sua primeira edição brasileira traduzida diretamente do russo, lançada em novembro de 2011 pela Editora Cosac Naify (2536 páginas, 2 volumes em uma caixa, R$ 198). A edição traz ainda cinco mapas, uma lista com informações sobre os personagens e os fatos históricos citados no romance, além de sugestões de leitura.

“Milhões de pessoas praticaram, umas contra as outras, uma quantidade tão inumerável de crimes, embustes, traições, roubos, fraudes, falsificações de dinheiro, pilhagens, incêndios e assassinatos, como não se encontra nos autos de todos os tribunais do mundo em séculos inteiros. O que produziu tal acontecimento extraordinário?”

Empenhado em responder a esta pergunta, através da busca pela verdade histórica dos fatos, e em argumentar com os historiadores de sua época, que no seu entender resumiam os acontecimentos nas ações de algumas figuras poderosas, Liev Nikoláievitch Tolstói (1828-1910) escreveu um dos maiores romances da literatura mundial. Guerra e paz descreve a campanha de Napoleão Bonaparte na Rússia e estende-se até o ano de 1820.

O livro um começa na cidade russa de São Petersburgo, numa festa dada em julho de 1805 por Anna Pavlovna Scherer - dama de honra e confidente da rainha mãe Maria Feodorovna. Os principais personagens e famílias aristocráticas da novela são conhecidos aqui. Pedro Bezukhov é filho ilegítimo de um conde abastado à beira da morte e é inesperadamente envolvido em uma disputa pela herança. Educado na França, com a mãe morta, Pedro é essencialmente bondoso mas sem tato social, de natureza aberta, e sente dificuldades para se integrar à sociedade de São Petersburgo.

O amigo de Pedro, o inteligente e sardônico príncipe André Bolkonsky, marido da encantadora Lisa, também comparece à festa. Julgando a sociedade de São Petersburgo enjoada e sentindo-se desconfortável com a vida de casado, André escolhe ser ajudante de campo do príncipe Mikhail Kutuzov na Guerra da Terceira Coalizão contra Napoleão.

O livro dois começa com Nicolau Rostov voltando para sua casa em Moscou para uma visita breve, no início de 1806. Nicolau encontra a família às voltas com a ruína financeira devido à má administração do patrimônio. Com Denisov, passa um inverno agitado em Moscou. Natasha transformou-se numa bela moça e é assediada por Denisov mas não o aceita. Apesar dos pedidos da mãe para encontrar um partido com boas perspectivas financeiras para casar-se, Nicolau rejeita essa sugestão e promete casar-se com seu amor de infância, sua prima Sônia, orfã e sem fortuna.

Baseado em meticulosa e exaustiva pesquisa – com fontes que vão dos estudos do francês Adolphe Thiers e do russo Mikháilovski-Danílevsk a testemunhos orais –, Tolstói reconta os episódios que culminaram na derrota francesa e retrata, à sua maneira, personagens reais, como o próprio Napoleão e uma série de comandantes militares.

*****
Editora: Cosac Naify
Tradução e apresentação: Rubens Figueiredo
Edição: Novembro 2011 - 2 volumes
Páginas: 2536
Ilustrações: 6
ISBN:978-85-405-0006-8
Fonte: Wikipédia
*****

Sobre o autor:
Liev Nikoláievich Tolstói nasceu em Iasnaia-Poliana, na Rússia, em 1828, e faleceu em 1910. Filho de uma importante família ligada aos czares, ficou órfão ainda criança. Na Universidade de Kazan estudou línguas orientais e direito. Em 1847, por herança, tornou-se proprietário de terras em sua cidade natal. Em seus últimos anos, depois de várias crises espirituais, tornou-se uma pessoa profundamente religiosa. Perseguido e excomungado pela Igreja, seus últimos anos são de engajamento social. Teve uma importante influência no desenvolvimento do pensamento anarquista. Foi um dos maiores autores da literatura russa do século XIX. 


Um comentário:

  1. Tolstói é um grande escritor.
    Comecei a ler Ana Karenina, e já gostei da escrita dele.

    Guerra e Paz é um dos bons, além de inspirar várias outras obras, recebeu muitas adaptações, é um dos mais conhecidos do escritor.

    Boa dica, vou conferir xD

    grande abraço!

    Pedro Almada
    @Pedro_Almada
    http://inspirados-oandarilhodotempo.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada por dividir sua opinião. Ela é muito importante para o crescimento do blog e de seus leitores.