18 de set de 2013

Novos na estante!

Olá, leitores foufos, tudo bem?

Passei em frente a um sebo que já tinha visto antes, mas nunca entrei e hoje eu não seria o dia, porém, algo me fez ir até a estante de livros juvenis, e sim, depois de dar uma rápida olhada pensando "não quero encontrar nada, não posso...", foi que vi um livro que procurava há muito, Moonfleet, o tesouro do Barba Negra, de J. Meade Falkner, numa adorável edição. Adoro histórias de tesouros, mar, piratas!

Pedi licença para a moça que estava por ali e me estiquei toda para alcançar na prateleira mais alta, abracei o livro e o trouxe para casa pela quantia de R$15 - consegui um descontinho, estava R$18. O legal foi que, quando cheguei em casa, minha mãe disse que me daria de presente, então não paguei nada! Sou uma criança duplamente feliz!

Sinopse:

Moonfleet é a cidadezinha na costa da Inglaterra onde começa a história de John Trenchard. É ali que o jovem de 15 anos dá início a sua busca pelo tesouro do Barba Negra, um diamante enorme, mas que tem a fama de provocar desgraça a todos que o possuem. Tesouro, contrabandistas, cercos policiais, fugas e toda sorte de aventuras compõem esse livro delicioso.

Embora seja ignorado pelos cânones oficiais da literatura — talvez por ter escrito pouco ou mesmo porque os intelectuais desprezam os romances de aventura —, o inglês John Meade Falkner (1858-1932) é um escritor imensamente talentoso. E o próprio leitor, ao final deste Moonfleet, terá feito duas coisas que nem todos os grandes nomes da literatura, por mais consagrados que sejam, conseguem provocar num mesmo livro: rir e chorar.

Moonfleet é um título da Coleção Clássicos de Aventura, da Editora Record, que reúne, em novas traduções, alguns dos principais livros de aventura de todos os tempos, tais como: A ilha do tesouro, Ela, Ayesha, Robinson Crusoé e As viagens de Gulliver. A coleção é organizada pela tradutora e escritora Heloisa Seixas, autora de diversas obras de ficção.


Passando outro dia pelo sebo, quando voltava de uma consulta ao dentista - como era para sofrer, então me dei o direito de comprar um livro de presente para mim e meu amore. Depois de uma rápida conversa com o livreiro, um senhor que entende bastante do mundo literário, fui até a prateleira onde estava O Anatomista, de Federico Andahazi, não li nada do autor e estou muito curiosa, pois já vi opiniões positivas sobre suas obras. Ah, esse saiu por R$10!

Sinopse:

Os anatomistas – na Renascença – eram estudiosos do corpo humano. Mateo Colón era um desses anatomistas e, em meados do ainda obscuro século XVI, se apaixona por uma belíssima prostituta veneziana – Mona Sofia. Mas a cortesã desdenha friamente dos sentimentos de Mateo. Ele inicia, então, a busca por uma poção, uma substância, qualquer coisa que possa fazer com que Mona se apaixone por ele. Pensando na mulher amada é que ele descobre as maravilhas operadas por uma parte da anatomia – e da alma – feminina totalmente desconhecida até então: o Amor veneris, ou, como é mais conhecido hoje, o clitóris. Porém, para transmitir seus novos conhecimentos a Mona, Mateo precisa antes enfrentar o horror da Inquisição.

Neste romance, Federico Andahazi combina todo o ardor e a elegância do seu estilo com uma visão cruel do ser humano, atingindo a fórmula da sedução irremediável do leitor.

Federico Andahazi nasceu em Buenos Aires, em 1963. É escritor e psicanalista. O anatomista, seu primeiro romance, foi publicado em 1996 e converteu-se em um êxito internacional, sendo traduzido para mais de 30 idiomas. Andahazi é autor, também de As piedosas (1998), O segredo dos flamencos e Errante en la sombra e no Brasil esse ano será lançado sua mais recente obra O Livro dos Prazeres Proibidos, pela Editora Bertrand Brasil.


Novos livros na estante da tia Celly

Os outros títulos da foto recebi hoje da Editora Novo Conceito para resenha.

  •  Dois Rios - T. Greenwood
Harper Montgomery vive ofuscado pela tristeza. Desde a morte de sua mulher, há 12 anos, ele aprisionou-se em uma pequena cidade, Dois Rios, onde todo mundo se conhece, porque ali — justifica-se — poderia criar melhor sua única filha. Atormentado pelo desgosto, Harper prefere esconder-se. Mas a verdade é que a morte de sua mulher é somente um dos motivos de sua dor. Além de sofrer por sua perda, ele se sente culpado por um ato abominável: quando mais jovem foi cúmplice de um crime brutal e sem sentido. Há muito sentimento em jogo quando se trata de sua vida cheia de remorsos... Então, um acidente de trem oferece a Harper a chance de redenção: uma das sobreviventes, uma menina de 15 anos, grávida, precisa de um lugar para ficar, e ele se oferece para levá-la para casa. No entanto, a aparição dessa menina, Maggie, não tem nada de simples acaso, talvez, ela tenha alguma coisa a ver com o crime do qual ele participou um dia...


  • Quando uma garota entra em um bar... - Helena S. Page
Então você se arrumou toda para uma noite de amigas, daquelas onde só as mulheres participam, mas suas amigas mudaram de planos sem avisar e, agora, você está sozinha em um bar superbacana, arrumada e perfumada, e sem saber bem para onde ir... O que você faz? Aproveita que já está por ali, pede uma tequila e dá uma boa olhada no yuppie que está na mesa ao lado? Ou pede uma cerveja e vai pra perto do palco arrebatar o baterista? Pode ser que você prefira uma paquera com o rapaz de botas de bico fino e músculos trabalhados que está encostado à parede. Ou, quem sabe, tomar um café com o bombeiro que está cuidando da segurança dos clientes e que, neste instante, está verificando o funcionamento do extintor... E isso tudo só pra começar! A escolha é sua — e você tem um mundo de possibilidades nesta noite que parecia começar mal! Só não espere que esta experiência seja como outra qualquer, porque esta noite ficará definitivamente marcada em sua memória de erotismo e paixão. Divirta-se com esta definitiva experiência sensual onde você, e só você, terá o controle de seu próprio prazer!


  • Corações feridos - Louisa Reid
 Hephzibah e Rebecca são irmãs gêmeas, mas muito diferentes. Enquanto Hephzi é linda e voluntariosa, Reb sofre da Síndrome de Treacher Collins — que deformou enormemente seu rosto — e é mais cuidadosa. Apesar de suas diferenças, as garotas são como quaisquer irmãs: implicam uma com a outra, mas se amam e se defendem. E também guardam um segredo terrível como só irmãos conseguem guardar. Um segredo que esconde o que acontece quando seu pai, um religioso fanático, tranca a porta de casa. No entanto, quando a ousada Hephzibah começa a vislumbrar a possibilidade de escapar da opressão em que vive, os segredos que rondam sua família cobram-lhe um preço alto: seu trágico fim. E só Rebecca, que esteve o tempo todo ao lado da irmã, sabe a verdadeira causa de sua morte... Hephzi sonhara escapar, mas falhara. Será que Rebecca poderia encontrar, finalmente, a liberdade?
  • O amor mora ao lado - Debbie Macomber
Lacey Lancaster sempre quis ser esposa e mãe. No entanto, depois de um divórcio bastante doloroso, ela decide que é hora de dar um tempo em seus sonhos e seguir sozinha mesmo. Mas não tão sozinha: sua gatinha abissínia, Cléo, torna-se sua companhia de todas as horas. Até é uma vida boa — um pouco aguada, é verdade — a de Lacey. A não ser por seu escandaloso vizinho, Jack Walker. Quando Jack não está discutindo, sempre em voz muito alta, com sua namorada — com quem insiste em morar junto — está perseguindo seu gato, chamado Cão, pelos corredores do prédio. E Cão está determinado a conseguir que a gatinha Cléo sucumba aos seus avanços felinos. Jack e Cão são realmente muito irritantes. Mas acontece que a primeira impressão nem sempre é a que fica...
  • Os adoráveis - Sarra Manning
Jeane é blogueira. Seu blog, o Adorkable, é um blog de estilo de vida — na verdade, o estilo de vida dela — e já ganhou até prêmios na categoria “Melhor Blog sobre Estilo de Vida” pelo e Guardian e um Bloggie Award. Adora balas Haribo, moda (a que ela cria, comprando em brechós) e colorir (ou descolorir totalmente) os cabelos. Cheia de personalidade e meio volúvel, ainda assim Jeane é bacana — mesmo nos momentos em que se transforma numa insuportável. Mas, certamente, ela não olharia duas vezes para Michael. Porque Michael é o oposto de Jeane. Ele é o tipo de cara que namoraria a garota mais bonita da escola. E compra suas roupas na Hollister, na Jack Wills e na Abercrombie. Além disso, diferente de Jeane, que é autossuficiente, Michael é completamente dependente do pai, o Clínico Geral que condena açúcar, e ainda permite que sua mãe compre suas roupas! (Embora, para Jeane, o pior mesmo sobre Michael é que ele baixa música da internet e nunca paga por isso). Jeane e Michael têm pouco em comum, além de algumas aulas e uma maçante dupla de “ex” — Scarlett e Barney. Mas, apesar disso, eles não conseguem se desgrudar desde que ¬ ficaram pela primeira vez.
  • Até eu te encontrar - Graciela Mayrink
O quanto uma mudança de cidade pode afetar uma vida? Você acredita em alma gêmea? Como você se sentiria se não gostasse do grande amor da sua vida? É o que Flávia vai descobrir ao deixar Lavras, onde mora com os tios desde o acidente que matou seus pais, quando era criança. Aos dezoito anos, ela decide estudar Agronomia na Universidade Federal de Viçosa, trocando o sul de Minas pela Zona da Mata do mesmo Estado na esperança de uma "mudança de ares". Em sua nova vida, ela conhece Sônia, amiga de infância de sua mãe e agora sua vizinha, que lhe conta a história de sua família materna, até então desconhecida para Flávia. Embora o passado não seja sua maior preocupação, Flávia reluta em aceitar seu destino e ainda precisa superar uma paixão não correspondida pelo seu melhor amigo. Para se ver livre dessa rejeição, ela tenta atrair sua alma gêmea para Viçosa e descobre que o grande amor de sua vida é uma pessoa que ela não suporta. 

Skoob

Estou muito curiosa com todas as obras. E vocês, leitores, compraram e/ou ganharam muitos livros?

3 comentários:

  1. É sempre assim mesmo... Você diz "não vou entrar, naõ posso comprar nada" e quando vai ver, já comprou quase a livraria toda; ou em alguns casos, sebos.
    Acontece comigo sempre.

    http://www.minhassimpressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria!

      É sim, pena que não tenho mais onde guardar, nem tempo - e nem dinheiro, que é o mais necessário nesse caso rsrsrs

      Bjosss

      Excluir
  2. Eu ainda tenho sorte de não ter nenhuma livraria por onde costumo passar... Mas a internet é minha perdição...

    ResponderExcluir

Obrigada por dividir sua opinião. Ela é muito importante para o crescimento do blog e de seus leitores.