11 de fev de 2012

Músicas inspiradas em livros [1] - For Whom the Bell Tolls - Metallica e Ernest Hemingway

Gosto muito de música, principalmente rock e seus derivados, e amo livros, então resolvi unir meus gostos e falar um pouco de quem também divide este amor. Não é novidade que muitas bandas têm suas letras inspiradas em livros e a partir de hoje está aberta a nova seção do blog: Músicas inspiradas em livros.

E começamos com agrande banda Metallica e a canção For Whom the Bell Tolls (Por Quem os Sinos Dobram), que foi inspirada no romance de 1940 do escritor norte-americano Ernest Hemingway (1899 - 1961), autor de O Velho e O Mar (leia a resenha) entre outras obras bastante conhecidas.

O livro narra a história de Robert Jordan, um jovem norte-americano das Brigadas Internacionais. Professor de espanhol que se tornou conhecedor do uso de explosivos, Jordan recebe a missão de explodir uma ponte por ocasião de um ataque simultâneo à cidade de Segóvia.

Hemingway usa como referência sua experiência pessoal como participante voluntário da Guerra Civil Espanhola ao lado dos republicanos e faz uma análise ácida, com críticas à atuação extremamente violenta das tropas de ambos os lados: a direita auxiliada pelo governo fascista italiano e nazista alemão e a esquerda pelas brigadas internacionais e União Soviética. Critica também a burocratização e o panorama de privilégios rapidamente instaurado no lado da República.

Acima de tudo o livro trata, no entanto, da condição humana. O título é referência a um poema do pastor e escritor inglês John Donne que se encontra na obra Poems on Several Occasions que em português chama-se Meditações, e invoca o absurdo da guerra, mormente a guerra civil, travada entre irmãos. "Quando morre um homem, morremos todos, pois somos parte da humanidade". Em várias passagens do texto os personagens estranham e se estranham desempenhando os papéis bizarros que se viram forçados a assumir durante a guerra, e fraquejam ao ver nos inimigos seres humanos que poderiam estar de qualquer um dos lados da guerra.

Em 1943 um filme homônimo foi feito, tendo nos papéis principais os astros da época, Gary Cooper e Ingrid Bergman, com uma cena famosa na qual o casal usa um mesmo saco de dormir.

A banda californiana de thrash metal Metallica tem uma canção em seu segundo álbum de estúdio, Ride the Lightning chamada For Whom The Bell Tolls. O nome do álbum é uma gíria usada entre presidiários para designar os condenados à morte na cadeira elétrica, e a mesma é utilizada na capa do álbum. As letras do álbum abordam temas como o desespero, a desesperança, morte e medo da perda.

Na música notam-se claramente referências a guerras, à morte e à montanha na qual os guerrilheiros do livro se escondem. Os versos "Take a look to the sky just before you die/It is the last time you will" (Dê uma olhada para o céu antes de morrer/É a última vez que você o fará) são uma referência aos momentos finais do livro e de Robert Jordan.

*****
Editora: Bertrand Brasil
Título original: For whom the bell tolls
ISBN: 9788528609325
Ano: 2009
Páginas: 624
Tradutor: Luís Peazê
*****

Sobre a banda:
Metallica é uma banda americana de heavy e thrash metal principalmente, formada em 1981, na cidade de Los Angeles, Califórnia. Sua formação original consistia de Lars Ulrich na bateria, o guitarrista e vocalista James Hetfield, Dave Mustaine na guitarra solo e o baixista Ron McGovney. Estes dois últimos foram, pouco tempo depois, substituídos por Kirk Hammett e Cliff Burton, respectivamente. Em 27 de setembro de 1986, o ônibus de turnê da banda perdeu o controle e capotou, o que resultou em Burton sendo esmagado sob o ônibus e morrendo. Jason Newsted o substituiu em menos de dois meses depois. Newsted deixou a banda em 2001 e foi substituído por Robert Trujillo, em 2003. A banda já lançou nove álbuns de estúdio, dois ao vivo, dois eps, uma coletânea, vinte e dois videoclipes, quarenta e quatro singles e finalizou o trabalho em seu nono álbum de estúdio, Death Magnetic. Tornou-se um dos mais influentes grupos de heavy metal, e a mais bem sucedida comercialmente banda de metal de todos os tempos, com mais de 140 milhões de registros vendidos em todo o mundo, incluindo 69 milhões nos Estados Unidos. A banda já ganhou nove Grammy Awards, e teve cinco álbuns em primeiro lugar na Billboard 200. O álbum Metallica, de 1991, já vendeu mais de 25 milhões de cópias mundialmente, o que o torna o 25º álbum mais vendido nos Estados Unidos.

Sobre o autor
Ernest Hemingway foi Prêmio Nobel de Literatura em 1954, contribuiu mais do que qualquer outro autor para mudar o estilo da prosa de língua inglesa no século 20. A publicação de O Sol Também se Levanta e de Adeus às Armas, seus primeiros romances, igualou-o imediatamente aos maiores criadores de literatura da época. Como jornalista, Hemingway cobriu a Guerra Civil Espanhola, que retratou no belo romance Por Quem os Sinos Dobram (Editora Record, 624 páginas, R$59,90), e mais tarde a II Guerra Mundial. A mais célebre de suas novelas, O Velho e o Mar, valeu-lhe o Prêmio Pulitzer de 1953. Hemingway nasceu em 1899. Suicidou-se em 1961.


Fontes: Wikipédia | Whiplash

14 comentários:

  1. Muito bom este post, Celly, aliado ao excelente vídeo!

    Você contribuiu para a preservação da cultura, ao fazer esse link entre literatura e música (sem esquecer a menção cinematográfica) de "Por quem os Sinos Dobram"! Hemingway, com certeza, teria por que se orgulhar de tantas homenagens!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou, mocinha, vou tentar continuar com essa nova seção. =) Deveriam filmar - sinceramente não sei se já o fizeram - O Velho e o mar.

      Excluir
  2. Nossa que maravilha!
    Já ouvi dizer que esse livro é fantástico!
    Com certeza irei adquirí-lo... Amo Ernest Hemingway, apesar de ter lido pouca coisa dele!!
    Excelente a idéia de unir livros e músicas, Celly!!

    A música ficou muito boa tbém!
    Adorei!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Resolvi divulgar um pouco sobre essa cultura que muitos não percebem no rock, acreditam que são um bando de loucos. =*

      Excluir
  3. Tenho um amigo que tem esse livro! Acho que vou pedir emprestado.
    Parabéns pelo post de qualidade.
    Abrçs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ^.^
      É um clássico, leia sim =)

      Excluir
  4. @cyberlivingdead14/02/2012 00:50

    Música e literatura volta e meia dão uns flertes e constantemente coisas bacanas brotem dessa relação. Adorei o post, será que outros falando dessa relação serão escritos? Espero que sim ^-^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou tentar manter, como não tenho muito tempo para resenhas mais, vou fazer essas pesquisas de livros e músicas que muitos não conhecem ou não fizeram a ligação =)

      Excluir
  5. o que eu acho mais foda neles, é que eles fizeram outras musicas também baseadas em livro como no livro/filme johny got his gun.. metallica tb eh cultura e esse livro jah ta um tempo na minha lista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bacana! Várias bandas se inspiram em livros e poucos percebem e valorizam isso. ^.^

      Excluir
  6. @cyberlivingdead15/02/2012 00:42

    Acho que um futuro post nessa categoria poderia ser "The Doors" e Aldous Huxley. Que tal? Não sou fã da banda, mas já li alguns livros do autor e conheço a ligação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha é uma boa! Tenho alguns já, mas vou colocar na lista =)
      Também não sou fã de Doors, mas não se pode negar a existência da obra hihi

      Excluir
  7. Texto ótimo Celly Borges, a Literatura é uma arte rica e complexa e a Música uma arte bela e extasiante, e quando essas duas artes se unem o resultado são obras incríveis. Acho muito culto da sua parte dedicar um espaço para essa bela união no seu blog, parabéns pela iniciativa.

    Quando eu tinha cerca de 16 anos, eu estava recém conhecendo a banda Metallica, e a primeira música deles a me chamar a atenção, foi justamente esta, a "For Whom The Bell Tolls", eu fui pesquisando cada vez mais, e achei incrível o quanto esta banda de trash e heavy metal pode nos mostrar quando se trata de Cultura e Filosofia, mas esta música ainda não me impressiona tanto quanto a "One" que foi feita baseada no livro "Johhny Got His Gun" ("Johhny Vai À Guerra" no Brasil) do escritor Dalton Trumbo, o livro inclusive foi adaptado para o Cinema, e as cenas deste foram usadas no videoclipe oficial da música, dê uma olhada, não tenho dúvidas que vai ficar impressionada, e ao mesmo tempo, já fica uma susgestão para um futuro texto.

    Abraços, e parabéns pelo blog, esta melhorando cada vez mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, tem muitos títulos, escolhi um que fosse mais "conhecido" para que as pessoas possam entender que rock é cultura, que os músicos leem e sabem escrever letras de qualidade. Há o preconceito quanto a esse gênero musical, mas vamos tentar tirar essa visão de pelo menos algumas pessoas, não é? =)

      Excluir

Obrigada por dividir sua opinião. Ela é muito importante para o crescimento do blog e de seus leitores.