20 de mai de 2010

Resenha: Crepúsculo Vermelho - Laura Elias

Com essa nova leva de livros sobre vampiros, o nacional Crepúsculo Vermelho de Laura Elias não deve nada a ninguém. A história se passa nos Estados Unidos, Megan, uma menina de 17 anos, estudante, conhece o misterioso Simon, e diz que está no colégio para protegê-la.

Há dias Megan e suas amigas combinam de ir ao show da banda de rock Red Kings. Depois que ela descobre o segredo de Simon, ele precisa ficar longe, e pede que Meg não deixe de ir ao show de jeito nenhum. Sem entender, ela concorda. E lá ela descobre muitos outros segredos.

“Custou-me a vida ficar oculto nas sombras, ouvindo-a falar, quando tudo o que eu queria era roubá-la para mim”.

No final de cada capítulo é a vez de Bill, o vocalista da banda, falar quão difícil é para ele ficar longe de seu amor. Ele sabia que ela estava lá, no mesmo lugar onde a banda faria o concerto, ele podia sentir, mas era tudo.

Como uma típica adolescente, Megan sente-se dividida entre o amor de Simon e de Bill. Mas ela quer descobrir todo o segredo dos dois. Era muito difícil conviver com aqueles seres e sua capacidade de atração.

Crepúsculo Vermelho foi uma grata surpresa. Mais uma vez devo dizer – para quem não entendeu ­–, que os autores nacionais têm tanta capacidade de compor uma ótima história quanto os de fora. Apesar do pouco incentivo das editoras na divulgação, eles estão aí e conquistando seu espaço, e merecem ser lidos e apreciados. Fica subentendido que não é para ignorar os autores de fora, nem há sentido em agir de tal forma, porém os escritores nacionais precisam ser mais valorizados.

Sem dúvida Crepúsculo Vermelho da autora nacional Laura Elias, vai agradar aos fãs de Crepúsculo de Stephenie Meyer e Noite Eterna de Claudia Gray.

Pode-se chamar de uma comédia deliciosamente romântica. Divirtam-se.

*****
Edição: 1
Editora: Mythos
Ano: 2009
Páginas: 240
*****
De Laura Elias leia também O Último Cavaleiro

2 comentários:

  1. Bacana o livro. Assim que eu puder vou lê-lo.

    Um grande abraço,
    Átila Siqueira.

    ResponderExcluir
  2. Átila, leia, sim! É uma leitura bem gostosa!

    bjoo!

    ResponderExcluir

Obrigada por dividir sua opinião. Ela é muito importante para o crescimento do blog e de seus leitores.