13 de set de 2013

Mundo de Fantas apoia: Projeto vai distribuir livros para crianças de baixa renda e com difícil acesso à literatura

Projeto Cordel dos Sonhos: levando a literatura para as crianças que necessitam dela!
 

1) QUAIS SÃO OS OBJETIVOS DO PROJETO?

Os principais pontos abordados (ou qualé?) são:

a) Ampliar a rede de leitores, principalmente nas faixas etárias mais jovens (entre 7 e 10 anos) e de renda menos privilegiada (Classes E, F e H);

COMO: Será estipulada uma cota de produção entre 500 e 1.000 exemplares do livro, o que garantirá um alcance de pelo menos 1.000 a 2.500 leitores, sendo mais de 80% deles jovens de famílias de baixa renda.
[Notas: 1) a tiragem será definida ANTES do encerramento dos termos do projeto e início da captação de recursos; 2) as crianças serão selecionadas em escolas, 2 ou 3 conforme o número de alunos disponíveis na faixa etária pretendida, a serem definidas conforme localização em bairros de baixa renda e acessibilidade da própria coordenação do local].

b) Ampliar o acervo público das bibliotecas infanto-juvenis;

COMO: 10% dos livros doados serão destinados para o acervo público das bibliotecas dedicadas a literatura infanto-juvenil e juvenil;
[Nota: ainda será definido o número de livros, portanto ainda não é possível mesurar a quantidade de bibliotecas que serão contempladas, mas prevê-se a doação de 3 exemplares por biblioteca].

c) Conseguir visibilidade entre educadores e mídias do trabalho do autor;

COMO: Em conjunto com a distribuição gratuita do livro para as crianças e bibliotecas públicas, será realizado um trabalho de leitura de trechos do livro, bate-papo com os leitores explicando o trabalho de produção da obra (bagunça com as crianças pode ser outro termo utilizado nesse caso), e autógrafos individuais de cada um dos livros para os leitores; dentro dos livros também haverá uma apresentação dos demais trabalhos desenvolvidos pelo autor, e sua relação direta com o “Cordel dos Sonhos”. Também constarão as formas de contato diretas com o autor. Haverá um clipping do projeto sendo alimentado e redirecionado constantemente para as mídias relacionadas com a proposta.

d) Despertar o interesse dos jovens leitores, formando uma nova geração que lê;

COMO: O livro foi concebido com diversos atrativos fiscos, visando um maior interesse ao contato com a obra, pois sabemos que muitas das crianças de baixa renda não possuem um contato anterior com a literatura. O miolo da obra é completamente ilustrado, em suas 128 páginas, com imagens que rememoram a literatura de cordel, e será impresso em duas cores, sendo uma o preto, e outra uma cor especial, bem chamativa, para atrair a atenção dos leitores. Várias obras clássicas e autores consagrados são referenciados na obra, de forma a possibilitar que os professores possam auxiliar e incorporar assuntos relativos a eles junto aos seus alunos.


2) QUE RAIOS QUER DIZER CROWDFUNDING?

Para centralizar a arrecadação das doações optamos por utilizar o site Cartase, que é uma ferramenta que expões os projetos, centraliza os Apoiadores, realiza o recebimento das doações e, posteriormente, cuida para que esses valores sejam tratados de uma dessas duas formas:

a) Se o projeto alcançar a meta necessária que foi estipulada para ser viabilizado e produzido, os valores que foram doados pelos Apoiadores serão encaminhados para o responsável pelo projeto, que utilizará os recursos para cumprir com o que foi prometido;

b) Se o projeto NÃO alcançar a meta necessária, os valores que foram doados serão devolvidos aos Apoiadores (ou poderão ser usados para apoiar outros projetos dentro do próprio Catarse, pois tem muita coisa bacana por lá!)

Optamos pelo Catarse.me por ser um empreendimento brasileiro, com muita credibilidade, uma grande base de apoio de projetos e apoiadores. Enfim, a escolha se deu por vários motivos, depois de muita pesquisa. Ele também dá ferramentas de suporte para que possamos repassar informações do andamento do projeto diretamente a todos os apoiadores, com murais de novidades, permite comentários, é integrado ao Facebook, além de várias outras vantagens operacionais para lidar com um processo de crowdfunding.

E quanto ao processo em si, resumidamente o crowdfunding é uma opção de financiamento coletivo de ideias, onde vários Apoiadores colaboram com pequenas quantias, investindo em projetos como o “Cordel dos Sonhos”, e viabilizam que ele gere resultados e recompensas a quem o apoiou, como em nosso caso, onde em troca do apoio haverá a doação de livros para crianças, bibliotecas, e até mesmo para os Apoiadores que quiserem conhecer o resultado final do livro impresso e guardar uma recordação dessa boa ação.



3) QUAL É A PROPOSTA REAL DESSE PROJETO?

O Projeto Cordel dos Sonhos será financiado por Apoiadores e irá distribuir livros infanto-juvenis para crianças de baixa renda e com difícil acesso à literatura; os livros serão entregues diretamente pelo próprio autor a cada uma das crianças durante eventos especiais com os futuros leitores e seus pais, no qual será tratada a importância da literatura para a construção do conhecimento e do caráter humano, e será feito um estímulo para que seja reconhecida a importância dos livros na aquisição de informações.

Alguns aspectos do projeto:

a) Distribuição: Será feita de forma gratuita para crianças, bibliotecas públicas e apoiadores do projeto, sendo os livros entregues diretamente pelo autor (autografados nos casos onde se aplicar e for possível);

b) Apoiadores: São pessoas engajadas com o projeto e com a cultura, que acreditam em sua validade como forma de contribuição social e literária, que auxiliarão no financiamento do projeto através de pequenas doações. Existem diversas formas de apoio e cada uma delas gera um tipo de recompensa pela sua participação, indo desde a identificação e realização pessoal com o apoio às crianças e à literatura, como créditos nos agradecimentos especiais impressos dentro do livro, exemplares autografados do livro, pôsteres, marcadores de páginas e até mesmo exibição da logomarca de sua empresa na quarta capa da obra como patrocinador.

c) Crianças: Serão selecionadas escolas públicas, em regiões de baixa renda, onde ocorram maiores concentrações de crianças com dificuldades no acesso à literatura. Haverá uma interação entre as crianças e o autor, visando estimular perguntas e curiosidade sobre o universo literário.

d) Autor: Richard Diegues é escritor, editor e também consultor tecnológico. Atualmente mora na cidade de São Paulo. Autor dos livros Resvalamentos – a Chave dos Reinos (romance, 2012), Catrina e o Reino de Todos os Olhos (romance, 2011), Tempos de Algória (romance, 2011), Cyber Brasiliana (romance, 2010), Sob A Luz do Abajur (contos, 2007) e Magia – Tomo I (romance, 1997), além de organizador e co-autor dos livros de contos Paradigmas Definitivos (2012), Paradigmas (2009/2010 – 4 volumes), Histórias do Tarô (2008), Necrópole – Histórias de Bruxaria (2008), Necrópole – Histórias de Fantasmas (2006), Visões de São Paulo – Ensaios Urbanos (2006) e Necrópole – Histórias de Vampiros (2005); também é co-autor dos livros de contos Retrofuturismo (2013), Todos os Portais: realidades expandidas (2012), VII Demônios – Inveja (2012), Cyberpunk – Histórias de Um Futuro Extraordinário (2010), Portal Fundação (2009), Livro Vermelho dos Vampiros (2009) e Imaginários 1 (2009). Trabalha com eventos e palestras na área literária, atuando também como sócio-editor pela Tarja Editorial. Muito engajado em projetos sociais, já visitou inúmeras escolas e bibliotecas em palestras e eventos, sempre incentivando o hábito da leitura para as crianças e adolescentes.

e) Livro: “Cordel dos Sonhos” é o título do livro, e foi emprestado ao projeto que visa sua divulgação. É fruto de um longo trabalho onde o autor vem unindo a expressividade lúdica das ilustrações de Jeffrey Thompson, famoso ilustrador americano de livros infantis, com seu texto. A história foi concebida depois de um extenso estudo sobre as principais dificuldades que as crianças enfrentam na faixa dos 8 aos 12 anos de idade, que sempre se concentra na crise de identidade, e nos complexos de liberdade tolhida, geralmente representadas pelas negativas inerentes da educação nessa fase da vida. Também trata do processo de “divórcio velado”, recorrente principalmente nas camadas sociais menos privilegiadas economicamente. Geralmente os pais são vistos como “monstros” nessa fase, e essa analogia é feita durante toda a obra, onde a protagonista inicia uma briga com sua mãe, e depois se vê obrigada a trilhar todo um caminho até conseguir ser perdoada (e se perdoar). Esse viés é passado de forma discreta, mais por exemplos do que por palavras diretas, plantando esse conceito paulatinamente na mente das crianças. A história é de fantasia, ocorrendo em um Reino dos Sonhos (dentro de um universo ficcional que o autor já explorou em três outros romances, chamado “Universo de Todos os Olhos”), onde personagens conhecidos das crianças, tais como o Gato Cheshire, o Chapeleiro Maluco e o Coelho Branco (de Alice no País das Maravilhas), ou a baleia Moby Dick, e até mesmo criaturas folclóricas como as sereias, vão passando pelo caminho da personagem em sua jornada. Todo o trabalho foi feito com uma grande diversidade de fontes gráficas (composição das letras), arranjos entre os textos e as imagens, e 100% das páginas ilustradas e trabalhadas com duas cores, visando uma maior identidade da parte das crianças. Também foi focada a arte do cordel, tanto nas gravuras como em partes determinadas do texto, que são escritas nesse estilo único e tão representativo da brasilidade. Poesia, prosa e rimas foram sendo mescladas dentro do livro, de forma a apresentar naturalmente aos leitores as diversas nuances da literatura e seus conceitos. O formato do livro físico também foi estudado pensando na assimilação das crianças, com o tamanho de 23cm x 21cm, miolo colorido em duas cores (para não perder a identidade do cordel, e ainda assim agregar um colorido especial); são 128 páginas, completamente ilustradas.




Para mais informações, visite a página do Projeto Cordel dos Sonhos no Facebook.

Fonte: Estronho e Esquésito

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por dividir sua opinião. Ela é muito importante para o crescimento do blog e de seus leitores.