29 de jul de 2013

Ray Bradbury usa suas experiências de infância em romance

Por meio da fantasia, um romance que extrapola todas as fronteiras do gênero e mergulha fundo na alma humana.

Considerado pela crítica um dos autores mais importantes de todos os tempos e o maior escritor de ficção científica e fantasia do século XX. Indicado ao Oscar com o roteiro de Moby Dick e detentor de uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood. Seus livros já foram traduzidos para mais de 40 idiomas e venderam dezenas de milhões de exemplares em todo o mundo. Este é Ray Bradbury, que agora apresenta o romance Licor de dente-de-leão, no qual usa suas próprias experiências de infância e sua cidade natal como pano de fundo narrativo.

Para a maioria das pessoas pode ser óbvio, mas será que elas já se perguntaram se estão realmente vivas? Essa questão é o ponto de partida do memorável romance de Ray Bradbury e o momento que marcou o início do verão de 1928 na vida do protagonista Douglas Spaulding, de doze anos.

Na cidadezinha de Green Town, no interior dos Estados Unidos, alguns personagens extraordinários se unem nesse verão tão especial na vida de Douglas: o inventor que redescobriu os prazeres da vida ao construir a Máquina da Felicidade; o jovem repórter que se apaixonou por uma idosa de 95 anos; o contador de histórias que conseguiu falar com o passado telefonando para um lugar distante.

Bradbury mostra sua genialidade na melhor forma. As descrições ao longo das páginas são perfeitas e formam, na cabeça do leitor, a ideia exata do que ele quer contar. O nível de detalhe é impressionante, mas em momento algum deixa o leitor enfadado. 

“De vez em quando, um bote salva-vidas, uma choupana, um parente do barco-mãe, perdido na tempestade silenciosa das estações, afundava nas ondas silenciosas de cupins e formigas que devoravam a ravina, para sentir o adejar de gafanhotos agitando-se como papel seco no mato quente [...]” (p. 31)

Um mágico verão atemporal na vida de um menino imortalizado pelas palavras do incomparável Ray Bradbury.

“O maior autor de ficção científica do século XX”, The Guardian

“Um gigante. Um dos autores mais populares e prolíficos dos Estados Unidos”, Los Angeles Times

Serviço
Editora: Bertrand Brasil
ISBN: 9788528615494
Ano: 2013
Páginas: 266
Tradutor: Ryta Vinagre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por dividir sua opinião. Ela é muito importante para o crescimento do blog e de seus leitores.