3 de nov de 2010

Resenha: Gone – O mundo termina aqui – Michael Grant

Em Gone o leitor acompanha a história de Sam, Quinn e Astrid, quando, sem aviso, os adultos somem, qualquer pessoa acima de 15 anos simplesmente desaparece, os três descobrem que em torno de Praia Perdida há uma barreira, não conseguem perceber exatamente sua altura, que não permite que ninguém saia ou entre. Logo surge um grupo de adolescentes que toma conta do lugar, dita as regras, enquanto o trio tenta desvendar o mistério que cerca a todos, terão de enfrentar também os novos ‘donos’ do local.

Sam tem um segredo, um poder, que tenta esconder de todos, mas uma hora ele terá de usar para protegê-los e percebe que ele não é o único a possuí-lo. Enquanto isso mutações acontecem em Praia Perdida, em pessoas e bichos, ninguém está a salvo.

– Então seu pai desaparece e você nem quer saber por quê? – perguntou Caine. – Interessante. Eu sempre quis saber quem eram meus pais de verdade.
– Deixe-me adivinhar secretamente você é um mago que foi criado por trouxas.
O sorriso de Caine foi frio. Ele levantou a mão com a palma para a frente. Um punho invisível acertou o rosto de Sam, fazendo-o cambalear para trás. Mal se segurou de pé, mas sua cabeça estava girando. Sangue escorreu do nariz.

Em meio ao caos gerado pela ausência de adultos, situação que lembra O Senhor das Moscas – em que crianças em uma ilha precisam formar uma sociedade organizada, dividindo tarefas para a sobrevivência de todos –, porém sem a profundidade da história de William Golding. Uma grande responsabilidade para os menores, mas como ainda não possuem a visão restrita dos adultos, ainda conseguem se aventurar e ir além dessas limitações e fazer o trabalho necessário. A ideia da história é interessante, começa com bastante ação, apesar de não ter conseguido me prender todo o tempo e até chegar ao fim foi bem difícil, não pretendo ler a continuação.

*****
Edição: 1/2010
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501086358
Páginas: 515
Tradução: Alves Calado
*****

Um comentário:

  1. Gostei muito da resenha :) não estou muito animada em ler esse, acho que vou procurar O senhor das moscas, sempre ouvi falar bem dele.

    Bjuss

    ResponderExcluir

Obrigada por dividir sua opinião. Ela é muito importante para o crescimento do blog e de seus leitores.