6 de fev de 2010

Resenha: Hell House - A casa infernal - Richard Matheson

Contratado para estudar os fenômenos sobrenaturais que ocorriam na Mansão Belasco – também conhecida como Casa Infernal –, tida como o pico das casas mal-assombradas, o Dr. Barret leva uma pequena equipe, que conta com uma médium; o único sobrevivente de uma das outras duas tentativas fracassadas de desvendar o que ocorria lá; além da Sra. Barret que insistira em acompanhar o marido.

Na casa o grupo encontra desafios que só quem possui uma mente forte é capaz de sair sem muitos traumas – isso se conseguir sair vivo.

“Aquela rara vis viva do eu, aquela força magnética, aquele prazer secreto e vitorioso da mente: influência. Palavras de Emeric Belasco”.

Este livro foi escolhido depois de ler as palavras de Stephen King a favor do volume:

“Hell House é o romance sobre casas mal-assombradas mais aterrorizantes que já foi escrito. Destaca-se entre outras histórias do gênero como uma montanha no meio de uma planície”, 

mas parece-me que esta frase foi dita, na verdade, para o livro A Assombração na Casa da Colina (em inglês, Hill House), de Shirley Jackson, e erroneamente usada na edição brasileira em A Casa Infernal (Hell House).

A história lembra a ideia do romance de Jackson, em que um grupo também vai a uma casa estudar fenômenos para normais, e pelo que sei, é uma história realmente mais pesada.
Como imaginei que Hell House (Novo Século, 256 páginas) fosse terror, mas não era, me decepcionei um pouco. Indico para quem busca um romance de suspense.

*****
Editora: Novo Século
ISBN: 9788576792512
Ano: 2009
Páginas: 256
*****

Richard Matheson também é autor de Eu sou a lenda (Novo Século, 2007, 296 páginas) - há outra tradução do título deste livro, é encontrado em sebo como A Última Esperança sobre a Terra, laçado pela Editora Francisco Alves (1984, 138 páginas).

9 comentários:

  1. Muito boa sua iniciativa você é uma heroína elfica.

    Mundo de Fantas já está em meus blogs a imagem da campanha.

    Abraços e se quiser visitar um mundo onde caiporas vivem entre humanos:http://o-lado-avesso.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Não gostei muito desse..
    Então vou passar..
    =_

    ResponderExcluir
  3. Kézia, é bem fraquinho mesmo, então nem recomendo... =D

    Marcos, bem-vindo! ^.^

    ResponderExcluir
  4. Oi, Celly!
    Gostei do seu blog... mtas resenhas ótimas, parabéns!
    Coloquei seu banner nos meus:

    http://romance-sobrenatural.blogspot.com/

    e

    http://www.romanzine.blogspot.com/


    =D

    ResponderExcluir
  5. Hum não me interessei muito, é bem ruim quando a gente espera uma coisa e encontra outra. Eu tenho Eu sou a lenda, mas ainda não li, espero que seja bom.

    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei do livro.
    Achei que o autor conseguiu passar o clima pesado que a casa esta imersa. E adorei os personagens. Gostei bastante do livro.
    Mas, tem algumas partes bastante macabras, como o ataque na sauna ou as manifestações na médium.
    Ótimo livro

    ResponderExcluir
  7. Olá Celly. Achou o livro fraquinho? Bem respeito sua opinião (hoje e sempre)devo dizer que gostei do livro, embora, realmente o final deixe muito a desejar. Recomendo para os fãs de histórias de horror. Acaso já leu "O caso de Charles Dexter Ward" se não fica a dica. Se quiser enviu para o seu e-mail uma versão em pdf.

    ResponderExcluir
  8. Celly você disse que não é de terror ? e sim suspense ?

    Então não sei o que é terror, Richard Matheson é um mestre, suspense para mim não tem sobrenatural fantasmas este é um dos livros mais pesados e aterrorizantes que já li como o filme da decada de 70 é ótimo.

    O grande Richard Matheson também é conhecido como roteirista (todas as adaptações de Edgar Allan Poe com direção de Roger Corman, entre muitos outros) e como autor dos contos "Duel" (base para o filme "Encurralado" de Steven Spielberg), "O Incrível Homem Que Encolheu" (base para o filme de Jack Arnold), "Nightmare at 20,000 Feet" (o melhor de todos os episódios do "Além da Imaginação" clássico), "Button, Button" (o melhor do "Além da Imaginação" dos anos 80), além dos romances "Em Algum Lugar do Passado", "Ecos do Além" e "Amor Além da Vida" (todos viraram filmes). Matheson é um dos meus mestres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, Carlos. Esse livro tem uma frase atrás que diz "Hell House é o romance sobre casas mal-assombradas mais aterrorizantes que já foi escrito. Destaca-se entre outras histórias do gênero como uma montanha no meio de uma planície", porém, fui com muita sede ao pote e não senti isso hora nenhuma, por isso sempre digo que vou reler, mas com outros olhos.

      Nesse momento me decepcionou, até que depois descobri que essa frase estava erroneamente colocada pela editora brasileira, pois era para outro livro.

      Reconheço, sim, que Matheson é um grande autor de terror, sem dúvida. =)

      Excluir

Obrigada por dividir sua opinião. Ela é muito importante para o crescimento do blog e de seus leitores.